Voltar 

COMO ABORDAR COM A AGRESSIVIDADE INFANTIL?

Quando pensamos em crianças, logo associamos à imagem angelical de pureza e doçura. Por isso causa-nos por vezes, grande espanto e desorientação ao ver atitudes agressivas em crianças pequenas.

A agressividade é uma força instintiva que como outras são inatas em todos os seres humanos. Especialmente a criança, expressa tudo o que é mais essencial do ser humano, uma vez que ela ainda não completou o seu amadurecimento afectivo e intelectual, ou seja, ela aínda não possui recursos próprios para se relacionar com o mundo. Assim, nas crianças percebemos as características essenciais e instintivas do ser humano como a agressividade, porém é individual para cada uma, como e o quanto esta se manifesta.

Como Abordar

Perante uma criança que expresse uma agressividade excessiva, devemos compreender o contexto em que isso ocorre. O primeiro passo é verificar se existe no seu convívio familiar e escolar, algum factor que esteja a estimular a reacção agressiva. Se esse for o caso os adultos podem tentar orientar a criança a adquirir atitudes alternativas para resolver a situação, e se for necessário o próprio adulto poderá interferir na situação.
Em crianças que tem como característica pessoal uma força agressiva intensa, os pais podem

 proporcionar-lhes oportunidades de direccionar essa força para um caminho produtivo como actividades artísticas ou o desporto.

Um Alerta
A criança que tem características que não correspondem às expectativas dos pais, familiares e professores encontrará muitas dificuldades no seu desenvolvimento caso os adultos de seu convívio a tratem como uma criança "problema", estranha e indesejável, pois isso prejudica ainda mais a possibilidade dela se aceitar da maneira e forma que é, e se tornar um dia numa pessoa equilibarda e saudável.

Saudável não é a criança que age e se comporta segundo os padrões que nós estabelecemos. Saudável é a criança que está bem com ela mesma, e de bem com a vida.

       

   Voltar