Voltar 

 O Médico

   
Os amigos brincam e fazem piadas; mas como esconder sentimentos tão contraditórios, como o medo do futuro, a tensão de desempenhar o papel de pai muito em breve, o orgulho pela gestação do filho e o desejo de o possuir logo que possível nos braços?
É claro que tem em mente muitas perguntas sobre a gravidez e a data provável do parto; A maioria será esclarecida pelo médico assistente que trata e avalia a sua companheira.

 Ele vai estar presente no seguimento clínico de mãe e filho até final da gravidez; Por isso, é essencial que exista grande confiança entre todos.
Outra condição importante nesse relacionamento é a comunicação. Por vezes, o médico é grande profissional, mas pouco aberto ao diálogo. Os futuros pais, todavia, necessitam de quem possui os devidos conhecimentos que também os escute, conheça seus sentimentos e os oriente. 
O ideal é que o futuro pai ou sua mulher nunca tenham que admitir: "Não consigo relacionar-me ou ter o há vontade de discutir pormenores com nosso médico." Porque, nesses casos, há que tentar uma abordagem mais íntima e e procurar melhor relacionamento

   

  Voltar