Voltar 

                                                

  Fisiologia da Lactação


   amamentar5.gif (46845 bytes)  

    O leite materno é produzido pela acção de hormonas e reflexos (fenómenos neuro-endócrinos). 
    Durante a gravidez as glândulas mamárias preparam-se para o aleitamento (lactação), através de hormonas, principalmente estrogéneos e progesterona, mas só depois do nascimento, com a expulsão da placenta, cessa o efeito inibitório dessas hormonas sobre a PROLACTINA, que é a principal hormona responsável pela produção de leite. 

    Ao sugar o seio, o recém-nascido estimula as terminações nervosas que se localizam abaixo da auréola, enviando um estímulo à hipófise (situada no cérebro), cujo lobo anterior liberta a PROLACTINA e o lobo posterior a OCITOCINA, hormona esta que actua contraindo as células mioepiteliais que rodeiam os alvéolos provocando o reflexo da EJECÇÃO ou “descida” do leite. 

    A OCITOCINA, também é responsável pela contracção do útero, acelerando sua involução e portanto diminuindo a hemorragia pós-parto. Algumas mães queixam-se de cólicas durante as mamadas nos primeiros dias após o parto; tal se deve à contracção uterina que ocorre com o estímulo da sucção. 
     

 

  Voltar